Estou um pouco apreensiva. Amanhã é a cirurgia do meu pai. Se não bastasse, ainda tenho que administrar o caos que anda em casa. Meu roommate, devido ao desemprego, não pode pagar o aluguel deste mês e eu entrei no vermelho e está fácil para eu me enroscar de vez.

Fico na apreensão do que acontecerá. Falei com algumas pessoas e tem duas interessadas em dividir o apê comigo. Não é tão difícil conseguir alguém para morar junto, o difícil é encontrar alguém bacana e que tenha afinidades. Eu tenho um sério problema com cigarro e prefiro um não-fumante, mas parece que as pessoas bacanas geralmente fumam! hahahahaha...

Sexta-feira fui com amigos a um show de rock, porém estava bem cansada, mesmo assim consegui me manter de pé e dançando até umas 4h. Aliás, este segundo semestre tem uma programação intensa de shows e estar à beira da falência como estou, é quase desesperador, afinal um dos meus programas favoritos é ir em show. Talvez eu sente e chore... depois vejo o que posso fazer a respeito.

O sábado foi dia de almoçar com alguns amigos e depois dar uma volta numa feirinha num bairro japonês daqui. Não comprei nada, apenas comi uns doces deliciosos para suprir um pouco essa carência esquisita que tomou conta de mim. Aliás, nada é tão chato como gente carente. Eu me irritei um bocado com uma amiga que está no período "alta manutenção" devido à carência. No sábado ela chegou duas horas atrasada no almoço e ficou puta porque estávamos indo embora. Paciência! E eu ando com bem pouca.

Tirei a tarde para um cochilo e a noite fui, novamente, com amigos ver um filme alemão. Divertido e leve. Foi uma ótima escolha. Depois esticamos em casa com garrafas de vinho e queijos. Foi ótimo. Conversinha, risada e cigarros. Às 3h eu estava apagada, mas às 6h eu resolvi ir para um after-hour.

Encontrei algumas pessoas conhecidas, tomei um red bull para me animar e dancei por uma hora no meu plataforma de vários centímetros. Num ato raro, saí para uma festa trajada num vestido preto. Raramente uso vestido e acho que são as peças mais lindas do meu armário. E de óculos. Assumi-me como míope. As coisas estão embaçadas demais. Acho até que fiz certo sucesso com meu óculos alemão de aro preto.

Meus amigos estavam bem altos pelo álcool e eu com gosto de café da manhã na boca. Acabei esbarrando no Brian, que parecia bem cansado. Conversamos pouco, meu coração disparou e tentei me recompor, já que minha querida amiga está se jogando horrores nele. Isso me irrita um bocado, claro! Mas mantenho a classe... e soltei uma farpinha indevida, que fez eu me arrepender durante o dia inteiro.

Vim para a casa dos meus pais, almoçamos juntos e hoje fico por aqui. Saudades do clima familiar.

Escrito por Desiree às 14h10
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]